• Este projeto foi contemplado como o XII Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia 2012

    Fotógrafos convidados - Andre Dusek

    SERRA PELADA , por André Dusek

     

    Voltando de uma reportagem, pelo Correio Braziliense, me encontrava num hotel em Conceição do Araguaia, no Pará, para dormir e pegar no dia seguinte o voo de volta para Brasília . Durante o jantar tive a sorte de conhecer o famoso Major Curió. Era o ano de 1980 e o Garimpo de Serra Pelada tinha acabado de desencadear uma intensa corrida do ouro. Curió, que era o comandante do garimpo me perguntou se eu gostaria de conhecer com ele a Serra Pelada. Até então só a TV Globo tinha feito uma reportagem e nenhum fotógrafo de jornal havia ido lá. O repórter que estava comigo tinha um compromisso inadiável em Brasília, mas eu não queria perder a grande chance de reportagem da minha vida. Entreguei meus filmes que eu tinha feito na reportagem e pedi pra ele avisar ao jornal que mudaria meu voo de volta e ia pra Serra Pelada. Um problema: eu só tinha 5 rolos de filmes Tri-X de 20 poses e mais um filme cromo Ektachrome de 36 poses. E lá fomos no dia seguinte de helicóptero , eu, o Curió , seu filho e o piloto, uma câmera Nikkormat e 136 fotos pra gastar Depois de duas horas de vôo o helicóptero avistou Serra Pelada. O piloto começou a dar várias voltas sobre o grande buraco da Serra Pelada me sugerindo que fotografasse e eu comecei a ficar mareado. Ao invés de fotografar vomitei o helicóptero todo por dentro. Depois de ter me restabelecido me toquei que eu era o primeiro repórter fotográfico de jornal a desembarcar no garimpo de Serra Pelada. Comecei a fotografar tudo, me controlando para não gastar de uma vez os 5 filmes preto e branco e o cromo. Desci no imenso buraco aonde o eram feitas as escavações e me deparei com os 25 mil homens que ali trabalhavam feito formigas. Entrevistei vários garimpeiros e segui com eles todo o processo, desde as escavações até a lavagem e também a venda do ouro numa agência precária da Caixa Econômica Federal que havia no local. Apesar de serem 25 mil garimpeiros, poucos policias militares e alguns agentes da Polícia federal, havia ordem no local. Eram proibidos bebidas alcoólicas, jogos e a entrada de mulheres e armas de fogo, Fiquei lá por dois dias e fiz uma das grandes reportagens. Quando voltei publiquei a reportagem na primeira página do Correio Braziliense por dois dias , fiz uma exposição na Aliança Francesa e ainda publiquei minhas fotos na revista francesa Photo Reporter . Convido vocês a curtirem as minhas fotos de Serra Pelada no Museu da Fotografia Documental

     

    Serra2
    Serra3
    Serra4
    Serra5
    Serra6
    Serra7
    Serra8
    Serra9
    Serra10
    Serra11
    Serra12
    Serra13
    Serra14
    Serra15
    Serra16
    Serra17
    Serra18
    Serra23
    Serra19
    Serra20
    Serra21
    Serra22
    Serra24
    Serra25